terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Passo a Passo das Luminárias em PVC


1º - Escolha um tubo de primeira linha, pois tive experiência com tubos de segunda linha, que são mais baratos e mais flexíveis, mas a broca esquenta e não consegue cortar porque o PVC derrete com o calor.
Já o de primeira linha é mais grosso e duro, esfarela quando se fura, este sim dá certo, eu recomendo o da marca PLASTILIT
Com uma lixa de construção 220g, lixe o tubo para retirar as imperfeições e a marca do fabricante.
 
2º - Escolha um desenho e passe com papel carbono para o tubo. Também é possível colar com cola branca o desenho no tubo e furar por cima dele. Se for usar esta técnica, não lixe o tubo antes de colar o desenho.

3º - IMPORTANTE: Antes de começar a cortar utilize óculo de proteção e máscara.

Caso vá trabalhar muito tempo, utilize também protetor auricular.

4º - Utilizando uma micro rretífica DREMEL 3000 com eixo flexível, o mandril 4486 e a broca de 1,2 mm do conjunto 628 da DREMEL, faça os cortes no PVC, lembrando que, dependendo do desenho os cortes não poderão se encontrar, a não ser que seu desenho seja todo vazado.
Para cortar é só fazer o primeiro furo e conduzir a broca pelo desenho sem forçar.

5º - Com uma lixa de construção fina, retire os farelos que ficarão onde você cortou, por dentro e por fora do tubo.

6º - A luminária pode ser pintada ou não, conforme a preferência. Se for pintar, saiba que a luz passará somente pelos cortes e furos, e não passará mais pela parede do PVC.

Eu uso tinta spray acrílica da marca COLORGIN da linha Arts.

7º - A Base: 
Existem inúmeras formas de se fazer a base, o que você deve analisar é como fará para trocar a lâmpada e se o local onde vai instalar será suficiente para iluminá-la por completo.

Para luminária de mesa (até 50 cm) já utilizei: 
  • 1) Base pronta em PVC (Plafonier), este já vem com soquete embutido, pode ser encontrado em lojas de material de construção. O plafonier deve ser parafusado e não colado ao PVC.
  • 2) Uma travessa retangular de madeira parafusada internamente para instalação do soquete. Ou mesmo uma travessa feita com o próprio PVC, porém de espessura mais grossa.
  • 3) Um círculo de (MDF) com uma fenda para encaixar o tubo, feito em marcenarias.
  • 4) Fenda de 4mm, mais conhecida como pés jacarés, ou suporte para prateleira de vidro. Encontradas em vidraçarias ou materiais de construção.
  • 5) Também é possível não fazer base e sim recortar pés na própria luminária, assim como fiz na luminária Nossa Senhora Aparecida.
Nessas luminárias de mesa a troca da lâmpada é feita por cima, então a base pode ser fechada que não irá atrapalhar.

Para luminária de chão ou maiores que 50 cm:
  • Utilizo como base os pés jacarés, ou os chamados de Tucanos, que são maiores, como fiz na luminária para o casamento do meu irmão

8º - Faça a instalação elétrica utilizando soquete de porcelana, fio para abajur com plug e interruptor já prontos. No caso do plafonier não precisará do soquete.

Se a instalação elétrica for em uma luminária maior que 50cm, recomendo que utilize duas lâmpadas instaladas com uma cantoneira de metal, uma voltada para cima e a outra para baixo, ambas parafusadas no centro da luminária.

9º - Utilize lâmpadas frias (fluorescentes de 15wats), ou se for usar as incandescentes, devem ser de no máximo 40 watts, pois pelo aquecimento elas podem escurecer o PVC.

Para furar eu utilizo a micro retífica DREMEL 3000 com eixo flexível, com o Mandril 4486 para segurar qualquer espessura de broca. Para os cortes utilizo a broca 1,2 mm do jogo 628 ou o escariador de gravação 111 da DREMEL. 


Para mais informações, não deixem de visitar minha sessão de Dicas e Vídeos


Espero ter ajudado.
Deus abençoe a todos.